terça-feira, janeiro 3

Sou o sonho de tua esperança ,tua febre que nunca descansa,o delírio que te há de matar . Alvares De Azevedo

Nenhum comentário: